Zariguim

* ZARIGUIM * (19 de Junho de 2017)


Depois da tragédia sem precedentes do fim de semana, em que tantas vidas se perderam nos Concelhos de Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos, e Castanheira de Pera, também esta semana teve um começo muito triste, no Parque da Terra Nova. O nosso adorável velhinho, ZARIGUIM, partiu, ontem à tarde, para o Céu de Cão. Já temíamos que isso acontecesse, mas, por outro lado, a resistência deste pequeno cão, tão idoso, cego, cheio de chumbos no crânio, e com um tumor perianal que se desenvolveu nos últimos anos e cujas dimensões, ultimamente, estavam a aumentar – conforme oportunamente noticiamos – parecia contrariar a sua visível fragilidade, e quase chegamos a acreditar que ele ainda ultrapassaria mais um Verão. Mas, infelizmente, não – e, apesar dos cuidados, resguardo, e assistência que recebeu, o nosso maravilhoso “Saquinho de Pasteleiro” adormeceu, serenamente, rodeado do maior conforto, e do carinho de quem sempre dele cuidou. O ZARIGUIM estava no P.T.N. desde 2011, tendo sido resgatado da berma de uma via rápida, em perigo de vida, depois de ter sido alvejado a tiro, e, posteriormente, atropelado. Perante a gravidade das lesões sofridas, chegou a pensar-se que este cãozinho, já sénior, não sobreviveria, mas demonstrou ser, de facto, um resistente, pois recuperou, de forma verdadeiramente extraordinária, e, apesar da sua cegueira irreversível – causada pelos chumbos – tornou-se num cãozinho cheio de energia, brincalhão, e muito amistoso, tendo usufruído, ainda, de vários anos de vida com qualidade, ao longo dos quais temos a certeza de que o ZARIGUIM foi feliz, aqui. E, nesta certeza, a nossa tristeza pela partida do nosso resistente dilui-se no sentido de gratidão, por termos tido o privilégio de cuidar dele, e termos usufruído da sua companhia tão simpática e querida. Claro que jamais o esqueceremos – pois o ZARIGUIM continua, embora já não de forma física, a fazer parte integrante da Alma de Cão deste lugar, onde foi muito, muito amado. – A Equipa do P.T.N.