Tina


* TINA * (7 de Junho de 2017)
A nossa TINA partiu ontem à tarde para o “Céu de Cão”. Não, não estava doente, nem nos deu qualquer aviso de que a sua partida estava iminente, pois ainda nos dia anteriores e ao longo da maior parte do dia de ontem se tinha comportado de forma absolutamente normal. O que aconteceu, foi que o coração da TINA deixou de bater, e esta lindíssima residente de tantos anos deitou-se, numa das suas sombras preferidas, e “adormeceu”, serenamente, sem vislumbre de sofrimento, quase à hora em que habitualmente os “cãopanheiros” recolhem às suas instalações, para passarem a noite. A TINA era já muito, muito velhinha, estava surda, e a perder, também a visão. Foi entregue aos nossos cuidados em 2006, pelo que usufruímos da sua companhia ao longo de mais de 10 anos. Durante uma boa parte desse tempo que passou connosco, a TINA teve o privilégio de ser apoiada por um Cãopadrinho maravilhoso e dedicadíssimo, como, e ousamos dizê-lo, há muito poucos, e a quem, pela sua generosidade, pelo seu carinho, e pela amizade com que desde o primeiro momento nos brindou, não podemos nem queremos deixar de agradecer. Aqui fica, pois, o nosso sentido agradecimento ao Jorge Manuel Gonçalves, por ter contribuído, em grande medida, para que a TINA tivesse usufruído de um elevado nível de qualidade de vida, aqui no P.T.N. Ela teve uma vida longa, e não temos dúvidas de que foi FELIZ, nesta sua casa. Foi uma honra cuidar de ti, querida e meiga TINA – e jamais te esqueceremos, pois, para sempre, permanecerás connosco, na “Alma de Cão” deste lugar! – A Equipa do P.T.N.